Como ensinar seu filho a nunca deixar de sonhar

Como+desenvolver+a+criatividade+do+seu+filho.jpg

O quanto você alimenta e acredita nos seus sonhos?

Crianças têm a habilidade inata de imaginar, sonhar e acreditar em seus próprios sonhos, mas parecem perder isso pouco a pouco, conforme crescem. As razões para um sonho morrer podem variar, mas gosto de pensar especialmente em duas delas:  

1) Outras pessoas mais vividas aos poucos desencorajaram a criança sonhadora, fosse por alguém considerar o sonho grande demais (e fazer a criança acreditar que ele é inatingível), fosse por julgá-lo pequeno demais (a ponto de não valer a pena lutar por ele);

2) Não foi permitido que a criança sonhasse o suficiente. Ao contrário do motivo apresentado no ponto anterior, aqui podemos pensar no adulto que sonha o sonho no lugar da criança e não junto com ela.

Um exemplo disso pode ser um menino que, ao ver um brinquedo que lhe chamou atenção, pede aos pais e logo o recebe. No início ele brinca todos os dias, mas logo perde o interesse ao descobrir uma novidade ainda mais imperdível que a anterior. Não deu tempo dele fazer planos para adquirir o brinquedo: juntar dinheiro, fazer as contas de quantas mesadas precisaria ganhar ou qual brinquedo antigo ele poderia tentar vender para adquirir o novo. Não deu tempo dele ponderar se realmente queria aquilo ou se foi apenas um impulso momentâneo. Não deu tempo nem de sonhar.

Então, como motivar nossos filhos a nunca pararem de sonhar? Incentivando-os? Sim!

Mas, especialmente, interferindo o mínimo possível. Dando nossa permissão para que eles imaginem o quanto for necessário e, apenas se necessário, auxiliando-os a desenvolver suas próprias ferramentas para que o sonho se concretize.

Porque sonhar por si só já é maravilhoso. Mas nada mais gratificante que transformá-lo em realidade.

IdeaahIdeaahComment